Total Pageviews


Falo do amor como quando o amor me espera
E na espera levo sonhos de encantar
E se nao me encanto com teu canto
Olho em volta e me espanto
E me arrumo sem pensar
Desse caminho que se escolhe na calada
E nao digo mais nada
Meu pensamento quer voar
Por céus claros e poéticos
Eu nao me viro para estéticos
Momentos sem conteudo
Eu perco-me no meio de tudo
O que meu coração quer encontrar...

2 comments:

José Rios said...

Nas lindas palavras que trazes até mim, fazes com que eu não saiba o que dizer, mas que tenha vontade de te escrever... e te explicar tudo o que fazes viver dentro de mim e da forma como me fazes sonhar.

Jamais saberei como te fazer perder o norte... como te fazer cair na eterna paixão.... mas eu AMO-TE!!! e poderia dizer pra todo o mundo!!! :D

Beijos com paixão!!! AMO-TE MUITO!!! ;)

José Rios said...

Meu anjo...
Desculpa o que escrevi pensando em outra coisa...
Apenas pensei que este poema tivesse a ver com nós, mas já me disseste que não... desculpa...
A inspiração pode vir de outras emoções e sentimentos que não só o amor, por isso é natural que o nosso amor não inspire, não quer dizer que não tenha valor.

Beijos doces e fofos, ADORO-TE MUITO!!! :)